Cientistas desenvolvem antibiótico com capacidade de combater Bactérias Resistentes

Imagine um remédio capaz de combater e inibir a ação de um corpo estranho super resistente em nosso organismo… Cientistas do The Scripps Research Institute (TSRI)preocupados com as atuais consequências de qualquer tipo de tratamento com antibiótico feito de forma indiscriminada, desenvolveram um novo remédio capaz de “matar” a mais resistente das bactérias existentes atualmente.

tratamento com antibiótico

Claro que o uso indiscriminado de antibióticos faz com que a população acabe usando o tratamento com antibiótico de forma inadequada e com isso, mais bactérias resistentes vão sobrevivendo ao remédio e suas características são passadas de bactéria para bactéria, através da reprodução.

O que são Bactérias Resistentes?

Bactérias resistentes também são chamadas de “Super Bactérias” e levam esse nome por possuir uma resistência muito superior aos efeitos do tratamento com antibiótico com relação à outras de sua espécie.

Muitas vezes, essas superbactérias trazem novas doenças (patologias) ao homem, diferente daquela doença na qual se original. Isso porque ela já não sofrerá nenhum dano com o uso dos remédios tradicionais e, portanto, cria uma nova necessidade aos órgãos de saúde.

Muitas dessas bactérias se desenvolvem em hospitais e centros cirúrgicos uma vez que esses ambientes oferecem condições propícias para a reprodução de organismos bacterianos. Pacientes debilitados, condições de higienização precária e falta de preparo da equipe médica para evitar contatos diretos de um paciente para outro.

Bactérias resistentes podem causar óbitos aos montes se não for controlada, por isso existem os tratamentos com antibiótico adequados para cada tipo de bactéria.

Qual a relação do Tratamento com Antibiótico e as Bactérias Resistentes?

Apesar do desenvolvimento de Super Bactérias se tornar mais elevado em clínicas e centros cirúrgicos, é o tratamento com antibióticos e remédios em geral de forma indiscriminada que faz uma população inteira se tornar cada vez mais suscetível à doenças bacterianas.

Funciona assim: o antibiótico é um tipo de remédio que precisa ter períodos bem específicos de dosagem, isso porque cada bactéria se reproduz em um período de tempo e para que sua estrutura seja inibida e evitar a duplicação dos organismos.

Por isso, se você fizer um tratamento com antibiótico de forma incontrolada, quanto mais antibiótico você ingere por conta própria, menos controle seu organismo e as propriedades do remédio antibacteriano poderão aplicar sobre a bactéria a ser combatida.

E é desse tratamento com remédios antibióticos que o desenvolvimento de bactérias se torna mais frequente e tem levantado a preocupação dos cientistas e instituições de saúde por todo o mundo.

Antibiótico Turbinado: Luta contra a Resistência Bacteriana

O Instituto americano desenvolveu um antibiótico potencializado e ela é a Vancomicina, antibiótico muito utilizado nos últimos 60 anos na medicina. Durante todo esse tempo, esse medicamento demonstrou ser uma alternativa muito viável contra as bactérias e só recentemente foi descoberta uma bactéria resistente à ela.

tratamento com antibiotico

O Antibiótico Vancomicina desconstrói a parede celular da bactéria e assim faz com que elas percam sua capacidade de transmitir suas características na produção de novas bactérias, mas para isso os cientistas fizeram três modificações no remédio, aumentando assim, sua potência no combate às bactérias.

“Os médicos podem usar essa forma modificada de vancomicina sem medo de provocar resistência”, diz Dale Boger, do Instituto de Pesquisa Scripps.

Em teste com a bactéria Enterococcus, a Vancomicina turbinada foi eficaz contra a bactéria original e contra a bactéria que já apresentava resistência contra a Vancomicina comum.

“Organismos não podem trabalhar simultaneamente para driblar três mecanismos diferentes de ação. Mesmo se acharem uma solução para um deles, esses organismos serão mortos pelos outros dois”, diz Boger.

O pesquisador enfatiza a importância de alternativas contra bactérias resistentes em um momento em que os antibióticos tradicionais já não dão conta de combatê-las.

Davi Ribeiro

Davi Ribeiro começou a trilhar um longo caminho de autoconhecimento, buscando informações no Brasil e também no exterior, para entender melhor o seu problema. Com o passar do tempo, ele acabou adquirindo muito conhecimento e, assim, se tornou um especialista na área de sexualidade masculina.

Website: https://www.ejaculandocomcontrole.com/cursos-recomendados/