6 dicas para ter uma boa saúde íntima masculina

6 dicas para ter uma boa saúde íntima masculina
5 (100%) 2 vote[s]

Muitos acham que para cuidar da saúde íntima masculina basta tomar banho todos os dias e pronto, estão livres de problemas. Mas não é bem assim.

Tanto para a mulher quanto para o homem, são necessários alguns cuidados especiais na higiene íntima. Essa falta de cuidados pode ocasionar problemas sérios e aumentar o risco do surgimento de câncer de pênis. Apesar de raro, a doença pode levar a amputação do membro e, em casos mais extremos, ao óbito.

Outras infecções e inflamações podem ocorrer se o cuidado com a higiene for precário. Irritações que causam aquela coceira chata, ou a candidíase peniana, uma infecção originada por um fungo que causa ardência ao urinar, feridas na pele do pênis, inchaço e corrimento.

Além disso, há o constrangimento. Imagine estar em um momento íntimo com sua parceira e, ao tirar a roupa, sentir um cheiro desagradável ou o pênis estar sujo. Nenhuma mulher merece ou deseja passar por isso. Portanto, é importante dar muita atenção à saúde íntima masculina.

Se o tempo todo nos preocupamos em estar bem vestidos, om os cabelos penteados, barba feita, por que não podemos nos preocupar em manter nosso pênis saudável? Afinal, quando chegamos nos finalmentes, é para ele que as atenções estão voltadas.

Portanto, no artigo de hoje vamos mostrar alguns sintomas de doenças genitais que devemos ficar atentos e dicas de cuidados com a saúde íntima masculina para evitar futuros problemas.

5 sintomas de doenças genitais masculinas

Um sintoma nada mais e do que um indício de alguma coisa. Quando estamos doentes, são os sintomas da doença que ajudam os médicos a identifica-la e assim indicar o tratamento adequado.

São os sintomas também que nos ajudam a perceber que há algo errado com o nosso corpo e nos incentiva a procurar o médico. Algumas vezes, podemos não relacionar um sintoma com uma doença específica. É o caso da disfunção erétil.

A disfunção erétil pode ter diversas causas, mas está ligada principalmente a ansiedade. A maioria dos homens, ao ter um problema de ereção, dificilmente vai associar isso à fatores psicológicos.

Porém, esse é um problema que pode ser tratado de forma 100% natural, através de exercícios que auxiliam o homem a controlar e ser capaz de mantar a ereção por quanto tempo desejar. Clique aqui para assistir uma apresentação gratuita de como acabar com a disfunção erétil.

saúde íntima masculina

Outros sintomas podem indicar que há algo errado com a saúde íntima masculina.

#1- Ardência ao urinar

Esse sintoma pode indicar diversas coisas, entre elas uma inflamação na uretra ou na bexiga. As doenças mais comuns que tem como sintoma a ardência ao urinar são: uretrite, prostatite, cistite, cálculo urinário, epididimite e hiperplasia benigna da próstata.

Caso você apresente esse sintoma, procure um médico imediatamente.

#2- Coceira

Coceiras são extremamente incômodas e desagradáveis. Uma vez que a região íntima masculina é úmida e quente, ela se torna então um ambiente favorável a proliferação de fungos e protozoários.

Coceira é um dos principais indícios de que há algo errado com a saúde íntima masculina.

#3- Manchas no pênis e na bolsa escrotal

Manchas podem ser causadas por vírus, bactérias ou fungos. Não há motivos para se desesperar ao notar algumas manchas no pênis, porém, se elas não desaparecerem dentro de 48 horas, o mais indicado é procurar um urologista.

#4- Cheiros fortes e desagradáveis

A principal causa do mau cheiro na região íntima é mesmo a falta de higiene adequada. Em geral, a sujeira que se acumula entre a glande e o prepúcio, aquela pele que cobre o pênis.

De acordo com dados divulgados pelo SUS – Sistema Único de Saúde – mais de mil homens por ano têm o pênis amputado por causa da falta de higiene.

#5- Verrugas e feridas

Na maioria dos casos, verrugas estão relacionadas ao HPV. Se não tratado corretamente, o HPV pode se desenvolver em um câncer peniano.

Nesse caso, procure imediatamente um urologista para receber o tratamento adequado.

Cuidados básicos com a saúde íntima masculina

É normal os homens não darem muita atenção à saúde íntima. Isso acontece, em parte, pela falta de informação. A maioria dos homens acredita que basta “dar uma lavadinha” no pênis que está tudo certo, e quando notam que algo está errado, dificilmente associam isso a falta de higiene.

saúde íntima masculina

Mas existem alguns hábitos e cuidados simples com a saúde íntima masculina que podem ajudar a prevenir doenças.

#1- Lave bem as mãos

Pode parecer ridículo, mas não é. Na verdade, a higienização das mãos deve ser feita antes e depois de fazer xixi.

Veja bem, ao urinar, o homem segura o pênis com as mãos. Portanto, todas as bactérias presentes nas mãos são transmitidas para o pênis na mesma hora. O recomendado pelos especialistas é lavar as mãos antes e depois de fazer xixi.

#2- Enxugue o pênis após urinar

Outro hábito que pouquíssimos homens têm. Enxugar o pênis com papel higiênico depois de fazer xixi evita que gostas de urina fiquem na cueca. Essas gotas, além de serem um meio de cultura para germes que causam infecções, também causam um cheiro forte e desagradável.

#3- Cuidados extras durante o banho

Use o banho para cuidar com mais carinho da saúde íntima masculina. O pênis merece cuidados adequados para que fique realmente limpo e livre de contrair doenças.

Para isso, puxe toda a pele do prepúcio até que o pênis fique completamente exposto. Use água e sabonete remover com cuidado toda a camada de sujeira e gordura que se acumula ao longo do dia. Depois, prossiga com a limpeza do restante da região genital e anal.

Você pode optar por usar um sabonete comum ou um sabonete íntimo masculino.

#4- Lave após o sexo

Não precisa levantar da cama e sair correndo, mas fazer uma higienização adequada depois do ato sexual ajuda a preservar a saúde íntima masculina. Ao lavar o pênis você retira os resíduos de lubrificante e secreção que poderiam ocasionar infecção como a candidíase.

#5- Não exagere na depilação

Retirar totalmente os pelos pubianos aumenta as chances de infecções cutâneas e o surgimento de pelos encravados. Porém, pelos em excesso podem ser sinal de má higiene.

Portanto, procura aparar os pelos e manter a região sempre limpa.

#6- Use cuecas confortáveis

Cuecas apertadas podem interferir na qualidade do sêmen. Isso porque se os testículos ficam muito próximos do abdômen acabam expostos a uma temperatura maior, o que no futuro pode comprometer a qualidade do esperma.

Portanto, opte por modelos samba canção ou boxer, que são um pouco mais folgadas e permitem uma melhor circulação do ar.

Procure também dar preferência a tecidos de algodão, que absorvem melhor a transpiração do que os tecidos sintéticos, evitando o mau cheiro. O algodão também é mais confortável e suave ao toque da pele.

Seguindo essas dicas é fácil manter a saúde íntima masculina impecável e evitar doenças desagradáveis.

Gostou do artigo? Então compartilhe para ajudar a conscientizar mais homens sobre a importância de uma higiene íntima adequada. Um abraço e até breve.

Equipe Homem de Saúde

O Blog Homem de Saúde não é apenas uma das principais fontes para conseguir informação sobre saúde masculina, como também possui uma proposta consistente de oferecer o material adequado para homens que buscam Qualidade de Vida.

Website: